foto de Jorge Da Silva

Jorge Da Silva é cientista político. Doutor em Ciências Sociais pela UERJ e professor-adjunto / pesquisador-visitante da mesma universidade. Professor conteudista do Curso EAD de Tecnólogo em Segurança Pública (UFF - CEDERJ / CECIERJ). Criado no hoje chamado Complexo do Alemão, no Rio, serviu antes à PM, corporação em que exerceu o cargo de chefe do Estado-Maior Geral. Foi também secretário de Estado de Direitos Humanos/RJ. É vice-presidente da LEAP Brasil ('Law Enforcement Against Prohibition Brazil' (Agentes da Lei Contra a Proibição)).

Ver perfil

Os conteúdos dos textos deste Blog podem ser usados livremente. Pedimos, no caso, que sejam consignados os devidos créditos, com a citação do autor e da fonte.

 



 

 

SOBRE A PAUTA DA SOCIEDADE

Deixe seu comentário

.

Em pronunciamento pela TV, o deputado Eduardo Cunha declarou que as principais demandas da sociedade é que estão pautando o seu trabalho na Câmara, dando como um dos exemplos a redução da maioridade penal. Estranhei a afirmação, pois, no caso do financiamento de empresas a campanhas eleitorais, a população era notoriamente contra, em função, sobretudo, dos escândalos envolvendo políticos, partidos e empresas, do que é exemplo emblemático a Lava Jato. Pesquisa do Instituto Datafolha, encomendada pela OAB, confirmou o que era notório, como se lê em oglobo.com (06/07/2015), ao revelar que 74% dos brasileiros são contra o financiamento por empresas privadas. Mais: que 79% acreditam que esse tipo de relação estimula a corrupção. Nos dois casos, maioridade penal e financiamento, o presidente da Câmara empenhou-se pessoalmente pela aprovação. No segundo caso, portanto, a pauta não foi a da sociedade.

Deixe seu comentário   |    Imprimir este post Imprimir este post    |   


Envie o comentário


0/Limite de 1800 caracteres

Add video comment