foto de Jorge Da Silva

Jorge Da Silva é cientista político. Doutor em Ciências Sociais pela UERJ e professor-adjunto / pesquisador-visitante da mesma universidade. Professor conteudista do Curso EAD de Tecnólogo em Segurança Pública (UFF - CEDERJ / CECIERJ). Criado no hoje chamado Complexo do Alemão, no Rio, serviu antes à PM, corporação em que exerceu o cargo de chefe do Estado-Maior Geral. Foi também secretário de Estado de Direitos Humanos/RJ. É vice-presidente da LEAP Brasil ('Law Enforcement Against Prohibition Brazil' (Agentes da Lei Contra a Proibição)).

Ver perfil

Os conteúdos dos textos deste Blog podem ser usados livremente. Pedimos, no caso, que sejam consignados os devidos créditos, com a citação do autor e da fonte.

 



 

 

DISCRIMINAÇÃO NA OPERAÇÃO LAVA-JATO.

5 Comentários, deixe o seu

.

(NOTA PRÉVIA. Republico abaixo postagem de 20/12/2014, em que estranhava o perfil identitário das pessoas envolvidas no escândalo da Lava-Jato. Continuei estranhando quando, sob o título ‘NOME AOS BOIS’, a capa do jornal O Dia (07/03/2015), trouxe nova galeria, com as fotos de 49 políticos investigados. E agora, na mídia, 27 pessoas são denunciadas pelo MPF. E o estranhamento se acentua, pois o perfil é o mesmo)

RACISMO NA OPERAÇÃO LAVA-JATO

dezembro 20th, 2014

Na galeria das pessoas delatadas como supostas beneficiárias do desvio de recursos da Petrobrás, conforme divulgado pela mídia ontem, 19/12/14, aparecem as fotos de 28 políticos influentes. Tais fotos se somam às de outras pessoas em galeria anterior, com doleiros, altos dirigentes da petroleira, empresários e executivos de grandes construtoras (e fotos em galerias de outros escândalos…). Não entro no mérito. Meu ponto é outro; é o fato de nenhuma pessoa de tez escura aparecer em qualquer das galerias, o que não é um dado supérfluo, mas naturalizado…

Considero esse ponto importante porque há brasileiros de boa fé que, baseando-se no bom nível da convivência sócio-étnica entre nós, sobretudo no espaço público, insistem em afirmar que racismo é mazela de outras sociedades. Ora, uma coisa são as relações interpessoais, tête-à-tête, quando se considera inaceitável ou politicamente incorreto ofender ou discriminar alguém em função da cor da pele, origem ou classe social; outra é a persistente presença do chamado racismo institucional (diferente de racismo individual, na explicação do ativista Stokeley Carmichael). A pergunta a fazer é a seguinte: por que não há um escurinho ou escurinha entre os delatados como partícipes dos crimes da operação Lava-Jato? Claro está: até no crime a sociedade brasileira se estrutura com base no racismo institucional. Os policiais em geral devem estar aturdidos. Não podem mais gabar-se de que conhecem um criminoso “no olho”. [Grifo meu]

ADENDO. Perguntaria eu, como fez o ex-diretor de Serviços da Petrobrás, Renato Duque (não é duque Renato…), ao ser preso: “Que país é este?”

 

5 Comentários, deixe o seu   |    Imprimir este post Imprimir este post    |   


5 comenários to “DISCRIMINAÇÃO NA OPERAÇÃO LAVA-JATO.”

  1. Jotaantunes disse:

    Professor Jorge da Silva –
    O senhor sempre com um novo olhar – Parabéns. Entretanto, se me permite meter me humilde “bedelho : Afinal, não é crime de colarinho branco?

  2. OVIDIO disse:

    AMIGO JORGE, CONFESSO NÃO TER CAPTADO BEM O CONTEÚDO. NÃO CREIO QUE VOCE DEFENDERIA A CRIAÇÃO PARA UMA COTA DE NEGRITUDE NAS DENÚNCIAS. OU ESTARIA DEMONSTRANDO QUE OS IRMÃOS DE COR FORAM ALIJADOS DAS PARTICIPAÇÕES EM GRANDES CORRUPÇÕES ?. EU FAÇO UM OUTRA LEITURA DO PROPINODUTO DO PT: NOSSOS IRMÃOS DE COR, COMPROVARAM SUAS CONDUTAS ÉTICAS, IMPOLUTAS, NESTE IMENSO MAR DE LAMA DO PT, PMDB E PP. OBRIGADO MEUS IRMÃOS DE COR.

  3. Jose Medina disse:

    Quando era policial, numa blitz, mandei parar um carro caravan, que era a moda do momento: O morista me perguntou, se eu nao conhecia bandido? Eu respondi; que qualquer cara esperto tinha um carro do ano, ainda disse que mal de voces é pensar, que bandido é preto e mora no morro.

  4. jorge disse:

    Caro Medina,
    E ainda dizem que o Brasil é uma democracia racial.

  5. jorge disse:

    Caro Ovídio,
    É isso mesmo. Nenhum neguinho na lama.

Envie o comentário


0/Limite de 1800 caracteres

Add video comment