- Jorge Da Silva - http://www.jorgedasilva.blog.br -

ARRUDA E O JULGAMENTO DO POVO

.

Vou atrás do julgamento mais importante, o julgamento do povo”. Com essa frase, em plena Copa, José Roberto Arruda é novamente candidato, como se lê no Globo (30/06/14): “Condenado, Arruda lança candidatura ao governo do DF.

Em 2009, Arruda foi flagrado em vídeo recebendo maços de dinheiro de um auxiliar que o alcaguetou por motivos pessoais, no que ficou conhecido como “mensalão do DEM”. Desfiliado do partido, foi cassado e chegou a ser preso. A seu lado na convenção que o lançou, a deputada Jaqueline Roriz, que também foi flagrada recebendo maços de dinheiro; o ex-senador Luiz Estevão, que teve o mandato cassado e que também esteve preso por envolvimento no escândalo do TRT de SP, junto com o juiz Nicolau dos Santos Neto, o Lalau; a representante do ex-governador Roriz na referida convenção, o qual teve que renunciar ao mandato de senador por não ter conseguido explicar o recebimento de um cheque de R$ 2,3 milhões.

Bem, considerando que Arruda está à frente nas pesquisas, não há como deixar de lhe dar razão. De duas, duas: ou o povo entende que trocar seis por meia dúzia dá no mesmo, o que indicaria que sabe votar; ou o Brasil vai se firmando realmente como uma cleptocracia, o que dá no mesmo.

Bem ou mal, com superfaturamentos e aditivos nas obras, a Copa ainda é um lenitivo.