foto de Jorge Da Silva

Jorge Da Silva é cientista político. Doutor em Ciências Sociais pela UERJ e professor-adjunto / pesquisador-visitante da mesma universidade. Professor conteudista do Curso EAD de Tecnólogo em Segurança Pública (UFF - CEDERJ / CECIERJ). Criado no hoje chamado Complexo do Alemão, no Rio, serviu antes à PM, corporação em que exerceu o cargo de chefe do Estado-Maior Geral. Foi também secretário de Estado de Direitos Humanos/RJ. É vice-presidente da LEAP Brasil ('Law Enforcement Against Prohibition Brazil' (Agentes da Lei Contra a Proibição)).

Ver perfil

Os conteúdos dos textos deste Blog podem ser usados livremente. Pedimos, no caso, que sejam consignados os devidos créditos, com a citação do autor e da fonte.

 



 

 

COTAS. CONTRA OU A FAVOR?

1 Comentário, deixe o seu

.

Por que será que as pessoas “brancas” (pelo menos tidas por brancas na aparência…) são, em esmagadora maioria, contra as cotas? E por que será que as pessoas “negras” (pelo menos tidas por negras na aparência… ) são, em esmagadora maioria, a favor? Por que será?
Mistério…
.

1 Comentário, deixe o seu   |    Imprimir este post Imprimir este post    |   


Um One comentário to “COTAS. CONTRA OU A FAVOR?”

  1. Isabely Leal Granatto disse:

    Quando entro no banheiro sinto uma tristeza profunda, a bosta bate na água e a água bate na bunda.
    (provérbio de parede de banheiro)

    Eu adoro essa frase. Ela me faz pensar sobre a condição humana.
    As pessoas quando se arrumam, entram em seus carros e tomam posse dos seus cartões de créditos, tendem a se achar melhor do que os outros.
    Branquelos que discriminam negros, ricos que discriminam pobres, bonitos que discriminam feios, e assim vamos. Negros sabichões que discriminam negros não doutos. Negras de feições “finas”, que discriminam negras (presta de feições africanas). Negros chefes que discriminam e humilham subalternos.

    Brancos que pagam salários miseráveis a seus pare de olhos azuis (NORDESTE). Negros “chefetes” que são verdadeiros déspotas: Vide no serviço público principalmente.

    Mas na hora que se entra no banheiro todo mundo caga igual a todo mundo. Pode sair com a cara bonitinha, mas a bunda ficou suja de bosta do mesmo jeito.

    Deve ser uma lastima pra pessoas que se acham melhores que as outras saberem que em alguma hora do dia vão ter que cagar do mesmo jeito. Eu e você não passamos de simples cagões, portanto, entenda que o orgulho que você engole, de um jeito ou de outro sempre vai descer como merda sujando sua bundinha que vai ser limpa com papel higiênico com cheiro de lavanda.

    Pode ser que a ciência invente uma pílula para que essas pessoas engulam e não precisem cagar, mas por enquanto, vá caindo na real que todo mundo tem cu e caga do mesmo jeito

    A consciência sobre diferenças raciais e condições sociais deveria partir do interior de cada pessoa. Da certeza de que todo mundo é feito da mesma matéria, que sente as mesmas dores e aflições e que vai todo mundo para o inferno no fim da vida do mesmo jeito. Portanto, enquanto ninguém se toca da sua real situação por meio da realidade, que seja por meio do vaso sanitário. Agora, espero, pois, que, pensemos bem sobre o que os racistas e preconceituosos fazem na hora de cagar!! Ou mesmo na hora da isquemia cerebral, do câncer da mama, do útero, dos linfomas, e outras doenças que atingem a todos “raça” humana.

    No inferno seremos todos filhos do mesmo criador dessas doenças principalmente a doença da intolerância, do preconceito e do racismo.

    Seremos servidos por séquitos de “diabinhos” por toda eternidade.

    Hahahahahahahahah

Envie o comentário


0/Limite de 1800 caracteres

Add video comment