- Jorge Da Silva - http://www.jorgedasilva.blog.br -

TIROTEIOS NO ALEMÃO

.

Diante da audácia dos traficantes do Complexo do Alemão e Vila Cruzeiro – primeiro ordenando o fechamento do comércio, e depois, no dia da corrida pela paz, desafiando as forças de segurança com um tiroteio –, as análises, tanto de autoridades e de estudiosos da segurança quanto de jornalistas e de cidadãos em geral têm ido na direção do reforço do policiamento daquela área, da adoção de novas estratégias contra os traficantes, sobretudo com ênfase na melhor articulação entre as polícias e nas atividades de inteligência policial, além da criação de oportunidades de educação, emprego e/ou ocupação para a juventude. Em face da realidade que se apresenta, não poderia ser diferente. Não se pode recuar.

Inobstante a pertinência das medidas adotadas e das ora propostas, faltou buscar respostas para algumas perguntas: qual é a raiz do problema? Seriam as drogas em si? Seriam os traficantes? Seriam as armas? Seria o quê? Na verdade, parece que a sociedade desconsidera o fato de que as drogas psicoativas, ilegais ou legais, são questão social ao mesmo tempo importante e complexa, e que abordar as ilegais como mero problema de polícia é redução incompreensível, com as dramáticas consequências que todos conhecem. Será que alguém acredita mesmo que a polícia é solução para o problema, digo, para a questão? Ou esse modelo repressivista, adotado no mundo por ordem da governança global, tem outros objetivos?…