foto de Jorge Da Silva

Jorge Da Silva é cientista político. Doutor em Ciências Sociais pela UERJ e professor-adjunto / pesquisador-visitante da mesma universidade. Professor conteudista do Curso EAD de Tecnólogo em Segurança Pública (UFF - CEDERJ / CECIERJ). Criado no hoje chamado Complexo do Alemão, no Rio, serviu antes à PM, corporação em que exerceu o cargo de chefe do Estado-Maior Geral. Foi também secretário de Estado de Direitos Humanos/RJ. É vice-presidente da LEAP Brasil ('Law Enforcement Against Prohibition Brazil' (Agentes da Lei Contra a Proibição)).

Ver perfil

Os conteúdos dos textos deste Blog podem ser usados livremente. Pedimos, no caso, que sejam consignados os devidos créditos, com a citação do autor e da fonte.

 



 

 

TIROTEIOS NO ALEMÃO

2 Comentários, deixe o seu

.

Diante da audácia dos traficantes do Complexo do Alemão e Vila Cruzeiro – primeiro ordenando o fechamento do comércio, e depois, no dia da corrida pela paz, desafiando as forças de segurança com um tiroteio –, as análises, tanto de autoridades e de estudiosos da segurança quanto de jornalistas e de cidadãos em geral têm ido na direção do reforço do policiamento daquela área, da adoção de novas estratégias contra os traficantes, sobretudo com ênfase na melhor articulação entre as polícias e nas atividades de inteligência policial, além da criação de oportunidades de educação, emprego e/ou ocupação para a juventude. Em face da realidade que se apresenta, não poderia ser diferente. Não se pode recuar.

Inobstante a pertinência das medidas adotadas e das ora propostas, faltou buscar respostas para algumas perguntas: qual é a raiz do problema? Seriam as drogas em si? Seriam os traficantes? Seriam as armas? Seria o quê? Na verdade, parece que a sociedade desconsidera o fato de que as drogas psicoativas, ilegais ou legais, são questão social ao mesmo tempo importante e complexa, e que abordar as ilegais como mero problema de polícia é redução incompreensível, com as dramáticas consequências que todos conhecem. Será que alguém acredita mesmo que a polícia é solução para o problema, digo, para a questão? Ou esse modelo repressivista, adotado no mundo por ordem da governança global, tem outros objetivos?…

 

2 Comentários, deixe o seu   |    Imprimir este post Imprimir este post    |   


2 comenários to “TIROTEIOS NO ALEMÃO”

  1. Carine disse:

    O Senhor foi feliz na sua colocação. A sociedade costuma associar o problema de drogas no Brasil apenas à polícia. Sem analisar que se trata de um problema social, de saúde pública. E que mais do que medidas repressivas para os traficantes, é necessário coibir na fonte, onde sabe-se que cerca de 80% das pessoas que compram drogas são consumidores eventuais. Então, devemos educar desde os primeiros anos escolares sobre os malefícios associados ao consumo de drogas, ação educativa que deve ser iniciada pelas famílias. Todos devem fazer sua parte para que se resolva as diversas mazelas sociais.

  2. jorge disse:

    Prezada Carine.
    Numa sociedade como a nossa, confunde-se usuário com traficante por conveniência do poder.

Envie o comentário


0/Limite de 1800 caracteres

Add video comment